COMO CONSEGUIR ESTABILIDADE FINANCEIRA?

A alma generosa prosperará e aquele que atende também será atendido. Ao que retém o trigo o povo amaldiçoa, mas bênção haverá sobre a cabeça do que o vende. O que cedo busca o bem, busca favor, mas o que procura o mal, esse lhe sobrevirá. Aquele que confia nas suas riquezas cairá, mas os justos reverdecerão como a folhagem. Provérbios 11.25-28

Um dos maiores enganos da riqueza é o falso senso de segurança que elas proporcionam. Caindo o mercado de ações, milionários podem passar a indigentes num só dia. Além desse fato, virá o dia em que devemos prestar contas diante de Deus pela nossa vida; naquele dia nosso dinheiro será inútil.  A pessoas cuja esperança se firma em riquezas caminha em direção a uma grande queda. Somente o confiar em Deus oferece a verdadeira segurança. 

Mesmo assim, Provérbios oferece princípios que se aplicam ás nossas fianças. Primeiro: devemos reconhecer que o que temos não é nosso, mas resultado da benção divina.

Isso significa que não devemos ficar apegados ao nosso dinheiro, mas contribuir com generosidade. Deus espera que o honremos com as nossas riquezas e devolvamos a ele uma porção das nossas primícias ao contribuir para a sua obra de modo planejado, constante e prioritário.

Segundo: Devemos trabalhar com afinco, ganhar nosso dinheiro honestamente e gastá-lo de modo parcimonioso. Deus odeia as práticas comerciais desonestas, mas se deleita nos que conduzem com integridade e honestidade os assuntos financeiros. 

Terceiro: Quando tudo vai bem, devemos economizar para os tempos de necessidades - a aposentadoria, o desemprego, as despesas educacionais ou qualquer período de redução das nossas rendas. Aquele que economiza dinheiro pouco a pouco, faz com que ele cresça.

Comente pelo Facebook ()
Ou Comente Aqui (0)

Seja o Primeiro a Comentar!

Caso precise de resposta em sigilo, favor utilizar a nossa página de contato :)