LIÇÕES BÁSICAS DO TREINAMENTO DO MESTRE DA EMOÇÃO


Dicas para treinar a emoção:

Primeira: Treine enxergar o mundo dos outros com os olhos deles e não apenas com seus próprios olhos.

Não coloque as pessoas dentro do seu mundo, coloque-se dentro do mundo delas.

Treine-se a ouvir o que as palavras não dizem e a enxergar o que as imagens não revelam.

Compreenda as causas e não a reação exterior. Entenda o que está por detrás de cada comportamento.

O mestre da emoção vivia a poesia da tolerância porque conhecia a arte da compreensão.

Segunda: Aprenda a enxergar as suas próprias limitações.

Tenha coragem para analisar suas deficiências e admitir suas limitações.

Quem se posiciona como semideus será sempre exclusivista: rápido para julgar e tardio para respeitar.

O mestre da emoção amava ser um homem e procurava romper todas as barreiras e todas as distancias com todos os tipos de pessoas.

Terceira: Valorize o espetáculo da vida.

Você nunca será paciente com os outros se for um carrasco de si mesmo e viver esmagado por sentimentos de culpa.

Treine valorizar cada ser humano solenemente, independente do seu passado e da sua condição social. Dê mais honra aos que se sentem pequenos, torne-os grandes para você.

O mestre da emoção considerou a vida de cada um de nós como a coisa mais importante do universo, independente dos nossos erros, fracassos e dificuldades Jamais de auto abandone.

Quarta: Veja na arte do perdão um atributo dos fortes.

Não durma com seus inimigos, não permita que eles afugentem seu sono e ocupem seus pensamentos.

A maior vingança conta um inimigo é perdoá-lo. Perdoando-os, eles deixam de ser inimigos. Manifestando tolerância, você os estará estimulando a repensar nas rotas de suas histórias.

O mestre da emoção navegava nas águas do ódio e do preconceito sem ter inimigos. Ele nunca cobrava o passado do homem, somente o estimulava a reescrever seu futuro.

Quinta: Fale a linguagem da emoção.

Não se esconda atrás dos seus diplomas, status ou poder socieconômico.

Não viva numa bolha de solidão. Haverá momentos em que você não poderá estar só. Aprenda a falar dos seus sentimentos. Não tenha vergonha dos seus conflitos. Lembre-se de que o mestre da emoção não se escondeu atrás do seu poder.

Treine ser acessível com as pessoas. Desça ao nível delas e crie um clima em que elas possam falar das feridas de sua alma, de suas dores silenciosas.

O mestre da emoção conseguia falar ao coração dos fracos e dos fortes, dos grandes e dos pequenos. A linguagem do amor era a música em seus lábios. Pagou um preço caríssimo por amar incondicionalmente o ser humano. Ele expressava ser feliz em terra de infelizes.

Sexta: Tenha coragem, você pode atravessar o deserto da vida.

Todos passamos por dificuldades. Algumas são mais imprevisíveis e inevitáveis.

Quem atravessa os vales das doenças emocionais e os supera fica mais bonito interiormente.

O mestre da emoção demonstrava que há sempre um oásis no árido solo da existência humana.  Procure-o. Ele pode estar mais perto do que você imagina.

O mestre da emoção convidava os homens a aprender com ele a navegar nas águas da emoção e a beber de sua felicidade e tranquilidade. O convite partia dele, a decisão de aceitá-lo é nossa.

O que se submeteram ao seu treinamento se tornaram alegres, amáveis, livres, inteligentes. Os que eram rígidos aprenderam a ser cordatos e solidários; os que eram fechados aprenderam a ser mansos e serenos; os que eram insensíveis aprenderam a amar e a chorar; os "débeis" se tornaram lúcidos e os "loucos" se tornaram sábios.


Comente pelo Facebook ()
Ou Comente Aqui (0)

Seja o Primeiro a Comentar!

Caso precise de resposta em sigilo, favor utilizar a nossa página de contato :)