JOVENS ALIENADOS

 

“Mas o fruto do espírito é: [...] domínio próprio.” Gálatas 5.22-23

Resolvi escrever este artigo como forma de mostrar como a cada dia as coisas que o mundo nos oferece estão nos estragando e nos afastando cada vez mais do Senhor.

Durante a fila de merenda na minha escola, eu pude perceber que mais de 90% dos alunos estavam com um celular na mão. Essa é uma cena muito comum no nosso dia a dia, mas comecei a imaginar sobre essa situação.

A cada dia a demanda de compra e procura de aparelhos eletrônicos como celulares e tabletes tem crescido mais e mais. Não é necessário ser um gênio para perceber que esses pequenos aparelhos têm tomado grande espaço de tempo em nossas vidas. O pior de tudo é que em vez de nós controlarmos estes aparelhos, eles estão nos controlando.

Minha intenção aqui não é ridicularizar e nem proibir o uso de celulares. Eles também são grandes ajudadores na hora do aperto, possibilitando-nos de fazer ligações, enviar mensagens de texto, etc. A intenção é realmente te convidar a pensar. Você já percebeu como principalmente nós os jovens estamos sendo escravizados por coisas que são tão simples e que por nós passam despercebidos. É incrível como esses aparelhos nos prendem com tanta facilidade.

Mas o que isso tem influenciado na vida do jovem cristão? É importante lembrarmos que aquele que serve ao Senhor, deve ter um controle sobre tudo que se passa em sua vida. Não somos chamados pra sermos escravos de coisas que não agradam ao Senhor, e sim para que em cada atitude nossa, o nome do Criador seja exaltado.

O uso intensivo do celular tem glorificado o nome de Deus? Obviamente que não. Poderíamos estar lendo a Bíblia, pregando a palavra do Senhor, orando, e fazendo outras inúmeras atividades saudáveis para o nosso crescimento espiritual e comunhão com Deus. Mas infelizmente, ao invés disso, jogamos o tempo fora em frente a uma telinha praticamente hipnotizadora.

Você já percebeu a reação de alguém que perde seu celular por curto período de tempo? Parece que a pessoas fica louca, só por pensar em não ter mais aquele determinado objeto. Parece simples, mais o assunto é tão sério que em certos casos vira a ser questão de idolatria.

Idolatria é você ter alguém ou qualquer objeto que você ame, coloque em primeiro lugar em sua vida, ou até mesmo gaste mais tempo do que com o Senhor. Como nós somos pequenos em nossas atitudes. Vivemos trocando o Senhor por um mundo digital e tecnológico. Aquele que é o único que nos trás a salvação tem sido tratado com desprezo muitas das vezes em nossas vidas.

Não é somente o computador que nos traz vício. Agora, existem aparelhos cada vez mais desenvolvidos, que chegam a ser praticamente um computador no celular que nos oferecem tudo que desejamos em apenas um click.

A questão aqui é vigiar e não abrir brecha para que satanás não utilize desses recursos tecnológicos para nos controlar e nos fazer pecar. Somos livres. Devemos julgar a nós mesmos a fim de percebemos quem está controlando as nossas atitudes.

Que o Senhor nos dê sabedoria, e tenha misericórdia de nós e que venhamos a cada dia mais abrir nossos olhos espirituais para percebermos a pequenas ciladas ao nosso olhar, em que estamos sendo submetidos.

Comente pelo Facebook ()
Ou Comente Aqui (0)

Seja o Primeiro a Comentar!

Caso precise de resposta em sigilo, favor utilizar a nossa página de contato :)