JULGAR?

Imagem retirada de: Coisas da Thá

“Não julguem, para que vocês não sejam julgados. Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e à medida que usarem, também será usada para medir vocês. Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho? Como você pode dizer ao seu irmão: 'Deixe-me tirar o cisco do seu olho', quando há uma viga no seu? Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão.” (Mateus 7.1-5)

Bom, escolhi falar desse assunto hoje, pois infelizmente tenho presenciado isso constantemente em diversos lugares, inclusive na igreja. Vejo pessoas falando uma das outras, mas na hora de ajudar, não fazem nada; fingem ser amigas, fingem que nada aconteceu, mas quando a pessoa não está presente, falam mal.

Antes de prosseguir o texto quero deixar claro que nestes versículos a palavra julgar se refere a: falar mal, julgar precipitado, olhar para a aparência da pessoa, se achar melhor do que os outros para falar delas, etc..

Deus nos deu uma única vida, então devemos cuidar dela e não da vida dos outros. Uma vida já é difícil de cuidar, imagina cuidar da vida de todo mundo? Lembrando que, devemos ajudar, se importar, etc., mas julgar? Onde está na Bíblia Deus falando que somos melhores e mais santos que as outras pessoas? Onde está na Bíblia Deus nos dando o direito de condenar os outros? Se Ele que é Deus, Santo, Puro, Perfeito, ajuda as pessoas e as ama independente de qualquer circunstância, quem somos nós para nos achar melhor para julgar? Onde estão as mesmas atitudes de Cristo em nós cristãos?

Se você está vendo que “tal pessoa” está em pecado, está fazendo isso ou aquilo, etc., então vá orar por ela ao invés de sair por ai como “fofoqueiro” falando pra todo mundo, como se você fosse uma pessoa perfeita, um “deus” (pois só Deus deve julgar, pois só Ele conhece a pessoa). Disponha-se a ajudar a pessoa se ela precisar e não a prejudicar ainda mais. (Desculpe-me a maneira de falar, mas isso é muito sério).

Acho um absurdo quando entra uma pessoa toda tatuada na igreja ou com alguma outra característica diferente (fora dos nossos costumes) e algumas pessoas ficam julgando, olhando para ela como se fosse a pior pessoa do mundo. Jesus ama essa pessoa e morreu por ela também. Nós deveríamos nos alegrar em vê-la lá na igreja, ir até ela e abraçá-la e falar para voltar mais vezes.

Existem coisas que não concordamos e que vão contra nossa cultura, mas não é por isso que devemos condenar a pessoa e ficar falando mal. Além disso, não é por isso que ela tem menos a presença de Deus do que nós que nos achamos “crentes de mais”, pelo contrário, pode ser que elas busquem mais  a Deus do que nós.

Devemos combater o mal, orar, ajudar, denunciar o pecado, etc., Mas, julgar? Não. Pois como elas, somos humanos, por isso, cheios de pecado.

“Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus. Ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus; Para demonstração da sua justiça neste tempo presente, para que ele seja justo e justificador daquele que tem fé em Jesus.” (Romanos 3.23-26)

O meu objetivo ao escrever essa mensagem não é causar “constrangimento” em ninguém, mas provocar uma reflexão: Como cristão devemos amar, acolher, ajudar o próximo e não julgar; devemos estender as mãos e interceder por aqueles que necessitam. Vamos pedir a Deus por aquelas pessoas que ainda não converteram verdadeiramente ao Senhor Jesus Cristo.

Quanto às pessoas que já frequentam a igreja e que não dão exemplo, eu aconselho a tomarem uma posição diante de Deus. É certo que quando aceitamos Jesus há uma transformação (nascer de novo em Jesus) e todas as nossas atitudes devem ser condizentes com as de Jesus Cristo.

Vamos agir como Cristo, abraçar a Sua obra e amar as pessoas como Ele nos amou. Que possamos ter intimidade com Deus e agradá-lo com as nossas atitudes. Que possamos orar por aqueles que estão fracos na fé e estender as mãos para aqueles que carecem de ajuda. Que sejamos o exemplo de Cristo em todos os lugares.

Comente pelo Facebook ()
Ou Comente Aqui (0)

Seja o Primeiro a Comentar!

Caso precise de resposta em sigilo, favor utilizar a nossa página de contato :)