A CONVERSÃO DE PEDRO?!


Contextualizando: Sábado, 30/05/14, eu fui a PIB de Campo Grande-MS, quem pregou foi um jovem pregador: Felipe Breder. E é baseado nessa pregação que escrevo este post.

"Pedro, o Apóstolo, nem sempre teve fé. Embora ele tenha caminhado com Jesus e visto milagres e maravilhas chegou um momento na vida dele que ele teve que se converter, ter fé e ser honesto consigo mesmo e com Jesus.
"Simão, Simão, Satanás pediu vocês para peneirá-los como trigo.
Mas eu orei por você, para que a sua fé não desfaleça. "E quando você se converter, fortaleça os seus irmãos". Mas ele respondeu: "Estou pronto para ir contigo para a prisão e para a morte". Respondeu Jesus: "Eu lhe digo, Pedro, que antes que o galo cante hoje, três vezes você negará que me conhece". Lucas 22.31-34"

Pedro nutria em si uma fé e uma certeza "absoluta" que se fosse preciso morrer por Jesus ele morreria, mas antes mesmo dele expressar isso Jesus diz: "E quando você se converter, fortaleça os seus irmãos". Pedro depois de ter visto e feito milagres (se considerarmos que ele participou da Grande Comissão) ainda não havia se convertido. Curas e libertação não são sinais da conversão de Pedro!! 

-E o amor que ele demonstra por Jesus? Afinal, Pedro é o mais espontâneo o que recebeu revelação do Espírito Santo...!

O amor de Pedro por Jesus não era tão fiel quanto ele acreditava e imaginava, nem tão grande. Pois Jesus anuncia: "Eu lhe digo, Pedro, que antes que o galo cante hoje, três vezes você negará que me conhece!"

- Ele negou a Cristo? Negou a fé na Boa Notícia, no Reino de Deus? Então quando ele se converteu? 

- Após ele negar Jesus 3 vezes, e então chorar amargamente após se arrepender. (Lc 22.60)

- Se andar com Jesus, ver e "fazer" milagres não é sinal da conversão de Pedro então qual é o sinal?

Depois de comerem, Jesus perguntou a Simão Pedro: "Simão, filho de João, você me ama realmente mais do que estes?" Disse ele: "Sim, Senhor, tu sabes que te amo". Disse Jesus: "Cuide dos meus cordeiros". Novamente Jesus disse: "Simão, filho de João, você realmente me ama?"  Ele respondeu: "Sim, Senhor tu sabes que te amo". Disse Jesus: "Pastoreie as minhas ovelhas". Pela terceira vez, ele lhe disse: "Simão, filho de João, você me ama?" Pedro ficou magoado por Jesus lhe ter perguntado pela terceira vez "Você me ama?" e lhe disse: "Senhor, tu sabes todas as coisas e sabes que te amo". Disse-lhe Jesus: "Cuide das minhas ovelhas. João 21.15-17

O sinal está nas respostas de Predro! No texto em grego (original) há uma diferença no tipo de amor que há na pergunta de Jesus e na resposta de Pedro. Na cultura, e consequentemente na língua grega, existem 4 tipos de amor, eu mencionarei 3:

1) Eros: amor entre homem e mulher, casais apaixonados,..., que surge da/na sedução.

2) Philos: amor de pai pra filho, amor de familia, amor de amizade.

3) Ágape: amor incondicional, "tudo crê, tudo suporta, lança fora o medo" (1Co.13), aquele que só Deus e Cristo tem por nós.

"Reformulando" o Diálogo:

J- Simão, filho de João, você me ama (ágape) mais do que estes?
P-Sim, Senhor, tu sabes que te amo (philos).

J-Simão, filho de João, você realmente me ama (ágape)?
P-Sim, Senhor, tu sabes que te amo (philos).

J- Simão, filho de João, você me ama (philos)?
P- Senhor, tu sabes todas as coisas e saber que te amo (philos).

Após negar a Cristo e se arrepender Pedro começa a entender as falas de Jesus, e ver realmente quanto humano ele era e que as certezas que ele tinha sobre ele mesmo e suas atitudes, de fato, eram menores do que ele imaginava. Creio que Pedro se viu mais pecador, menor, mais humilde e mais longe de Jesus. Então, quando ele é honesto em dizer "amo (philos)" a Jesus e a si mesmo. 

Ele agora parece conhecer seus limites, não ha soberba, tem temor, se converteu e há sinais disso em sua vida. 

Eu penso que a fé de Pedro amadureceu nesse processo. Não só a fé, mas ele também.

Concluído:  A oração que se seguiu foi sobre soberba e os pecados que cometemos. Esse foi o meu momento de reflexão! Sou, somos, soberbos e imaturos como Pedro. De fato, se analisarmos bem nossa vida, pensamentos, atitudes, sonhos, etc., veremos que não amamos Jesus de forma ágape, o mais próximos que chegamos é a de philos. Reconhecer isso, ver a nossa condição humana e se arrepender por negarmos tanto a Jesus (diariamente) me parece ser uma passo em direção a conversão e a ação do Espírito Santo (convencer do pecado, da justiça e do juízo).  Que antes de milagres, curas e sinais, nós possamos ter a consciência de que precisamos, necessitamos, buscar a conversão e a salvação das nossas almas.

Fiquem na Paz do Senhor Jesus Cristo, e que Deus abençoe a nossa semana! Amém.

Comente pelo Facebook ()
Ou Comente Aqui (0)

Seja o Primeiro a Comentar!

Caso precise de resposta em sigilo, favor utilizar a nossa página de contato :)