EVANGELISMO MAL SUCEDIDO?


Sem sensacionalismos!! 

Não vou perguntar quantas pessoas você evangelizou, nem nada do gênero, acho desnecessário, afinal você prestará contas a Deus e não a mim. Contextualizando: Desde sábado (2) esse tema EVANGELISMO, e texto Mc. 4.33 não saem da minha cabeça. Por isso, resolvi escrever sobre.

Certa feita, mês passado, ouvi um pastor falar sobre evangelismos que não dão resultado. Ele não disse o porque, mas sugeriu que eu pesquisasse sobre. E você, já se perguntou o motivo disso? Parece loucura, como as pessoas não quer em mais a Cristo? Como?? COMO??? Porque não querem o descanso que só Ele dá?? 

Para entender isso sugiro algumas perguntas: O que faz parte da evangelização? 

Falar, ser convincente, levar uma Bíblia, ter panfletos, orar antes, sair em grupo, ir em dupla, ter um alvo, comunicar uma denominação, boa aparência ?

Creio que muitas coisas estão envolvidas, mas considerarei e comentarei quatro:

1.     Falar.  Evangelizar: comunicar a mensagem da salvação, da cruz, ..., do amor de Deus a alguém ou a algum grupo. Se evangelizamos por meio de um diálogo, ou monólogo, temos que pensar que a outra pessoa tem que entender o que falamos, logo não podemos falar de qualquer jeito (!) precisamos de coerência, clareza e objetividade na nossa fala. Nesse aspecto Jesus Cristo foi o cara! No texto de Marcos 4.33-34 encontramos:

"E com muitas parábolas tais lhes dirigia a palavra, segundo o que podiam compreender. E sem parábolas nunca lhes falava; porém, tudo declarava em particular aos seus discípulos."

Jesus percebendo como as pessoas compreendiam as coisas, observando-os, falava a eles de maneira que lhes fosse claro, coerente e objetivo: usando parábolas! E para aqueles que a aprofundada era necessário, os discípulos, aprofundava a mensagem ou clareava-lhes o pensamento. Essa é uma das grandes falhas que vejo: discurso muitas vezes incompreensível, quando não contraditório e meio vazio de significado.

2.     Com certeza, outro ponto a ser destacado é o conhecimento: quanto realmente da Bíblia e de Cristo conhecemos?

Conhecer não só de memorizar textos, mas de ter eles vivos dentro do seu coração e a na sua vida (teoria+prática). Não, não estou falando que você tem que ler a Bíblia inteira antes de ir evangelizar!! Estou dizendo que: fazer uma prova sem estudar antes é garantir que a nota seja baixa ou mediana.

No quesito conhecer, entra a questão da coerência. Ser coerente é não ser ambíguo, ou confuso, paradoxal, é não estar naquela situação de dizer e em seguida contradizer o que disse.

Temos que saber o mínimo possível, mas não somente os mandamentos!! Creio que nesse ponto, nos ater aquilo que Deus fez na nossa vida é essencial para quem não tem uma bagem ampla da Bíblia. Mas, mesmo se tiver uma boa noção de Bíblia, há que se usar o testemunho pessoal.

3.     Ser convincente é importante. Que tipo de convencimento? Aquele que eu e você temos: tudo o que falamos é verdade, há verdade no nosso discurso porque acreditamos nisso e amamos isso. Não é papel seu convencer alguém, levar alguém à força para a igreja. Seu papel é semear a palavra de Deus, ou regar, e deixar o Espírito Santo dar o crescimento a planta! Mas, ser convincente = acreditar na sua própria fala é essencial. Como queremos que alguém acredite se nem nós mesmos acreditamos no que falamos? Complicado!

4.     Ter um alvo! Qual o objetivo da sua evangelização? Trazer jovens para a sua igreja ou levar almas a se renderem a Jesus Cristo? É muito comum, hoje, as igrejas terem metas de evangelismo, novos convertidos, batismos e até ofertas. Sinceramente, acho isso um absurdo um desrespeito! Por quê?

Simplesmente porque não é função do evangelismo arrebanhar pessoas para uma denominação, e sim dar às pessoa a chance de ouvir sobre Cristo e o aceitá-lo!

Em 1 Co 3 o apóstolo Paulo fala que não há isso: "Eu sou de Paulo, eu de Apolo, e eu de Cefás"!! No corpo de Cristo não há essa divisão, pois todos são do mesmo corpo e do mesmo Cristo! 

Se levar Cristo às pessoas não for seu alvo, me pergunto qual o propósito de evangelizar?

Sim, há mais coisas que levam um evangelismo ser bem sucedido ou não. A principal, no fim de tudo é a vontade de Deus e a ação do Espírito Santo. Porém fazer a nossa parte, é fazer a nossa parte, logo te convido a considerar esses 4 pontos e avaliar por si mesmo onde está sendo mal sucedido o evangelismo.

Comente pelo Facebook ()
Ou Comente Aqui (0)

Seja o Primeiro a Comentar!

Caso precise de resposta em sigilo, favor utilizar a nossa página de contato :)