NAMORO E CASAMENTO

Imagem retirada de: Lagoinha.com

Relacionamento é sempre um tema delicado a ser tratado na pós-modernidade, pois o homem da atualidade interpreta a vida e age de modo bem diferente dos homens dos quais a Bíblia fala ou até mesmo de nossos predecessores em um passado não muito distante. Por isso, após ler a minha revista de escola bíblia LIÇÕES DA PALAVRA DE DEUS, achei importante compartilhar com vocês de maneira resumida a lição 3 da edição Ética Cristã.

Namoro e casamento:

1- Escolhendo o cônjuge 

A Bíblia nunca mencionou o ato namorar. Na composição familiar descrita no Antigo Testamento, os pais faziam as escolhas dos cônjuges para os filhos. Atualmente a prática de namoro é comum apesar de não existir nenhum texto Bíblico que recomende.

Nos dias de Jesus, os pais escolhiam o cônjuge para seus filhos. Feita escolha seguia-se rapidamente o noivado. Esse é o caso de José e Maria (Mt 1.18-24).

Hoje, no modelo pós-moderno, os próprios pretendentes escolhem o cônjuge e a intervenção da família restringe-se a discordância caso haja alguma inconveniência. Porém, pessoas que vão namorar precisam de um norte pois pessoas que namoram não são casadas e não podem agir como se fossem. Entretanto, aos poucos, a sociedade foi criando uma abertura para que isso ocorresse. A Bíblia não descreve um modelo certo para a pessoa escolher com quem se casar, mas é taxativa quanto a desaprovação do casamento entre um crente e um descrente (2 Co 6.14).

2- O casamento

O casamento é antes de tudo um ato moral. No entanto, devido ao pecado a sociedade acredita que todos são suscetíveis ao erro e que o casamento pode ser terminado e não precisa ser necessariamente seguido até a morte de um dos cônjuges. O casamento religioso tem por objetivo outorgar a bênção ao pacto estabelecido entre os noivos por uma autoridade espiritual.

Deus criou o casamento com o propósito de ser algo eterno e, por isso, é importante escolher bem o seu cônjuge pois Deus não aprova o divórcio.


Para acessar mais dicas sobre relacionamentos, clique aqui.

Autora: Luana Raposo 

Comente pelo Facebook ()
Ou Comente Aqui (0)

Seja o Primeiro a Comentar!

Caso precise de resposta em sigilo, favor utilizar a nossa página de contato :)