CUIDADO COM O MOMENTO DE RAIVA

Fonte da imagem: http://www.divaapos40.com/

“O tolo dá vazão à sua ira, mas o sábio domina-se.” (Provérbios 29.11).

“A sabedoria do homem lhe dá paciência; sua glória é ignorar as ofensas.” (Provérbios 19.11).

“O homem irritável provoca dissensão, mas quem é paciente acalma a discussão.” (Provérbios 15.18).

“Quando vocês ficarem irados, não pequem". Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha.” (Efésios 4.26).

“Não permita que a ira domine depressa o seu espírito, pois a ira se aloja no íntimo dos tolos.” (Eclesiastes 7.9).

“Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade.” (Efésios 4.31).

“Quero, pois, que os homens orem em todo lugar, levantando mãos santas, sem ira e sem discussões.” (1 Timóteo 2.8).

“Melhor é o homem paciente do que o guerreiro, mais vale controlar o seu espírito do que conquistar uma cidade.” (Provérbios 16.32).

“Mas, agora, abandonem todas estas coisas: ira, indignação, maldade, maledicência e linguagem indecente no falar.” (Colossenses 3.8).

“Evite a ira e rejeite a fúria; não se irrite: isso só leva ao mal. Pois os maus serão eliminados, mas os que esperam no Senhor receberão a terra por herança.” (Salmos 37.8-9).

“Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se, pois a ira do homem não produz a justiça de Deus.” (Tiago 1.19-20).

Como seres humanos, estamos sujeitos a inúmeros acontecimentos, sejam eles bons ou ruins. Nós temos sentimentos, emoções, momentos de alegria e de tristeza. Sentimos amor e, em alguns momentos sentimos raiva. A Bíblia diz: “ireis, mas não pequeis”. Sim, é verdade que em certos momentos sentiremos raiva de coisas, de pessoas, de nós mesmos. Mas, o que devemos tomar muito cuidado é com a maneira como lhe damos com a raiva. Precisamos vigiar e não se entregar a raiva. Devemos tentar relaxar e, se possível, não dizer nada e não tomar nenhuma atitude, uma vez que estaremos agindo segundo a emoção e não a razão. Precisamos prestar atenção em nossas palavras, comportamentos, pensamentos, desejos e pedidos nesse momento onde estamos vulneráveis, pois, aquilo que desejamos ou falamos pode ser irreversível e trará consequências, sem contar que quando esse momento passar, podemos nos arrepender. Todos nós temos sentimentos, mas a forma como lhe damos com eles é que está a diferença. Precisamos estar sempre em oração e vigilância, buscando os frutos do Espírito Santo e pensando nas coisas que são de cima. Que possamos ter sabedoria para lhe dar com os nossos momentos difíceis.

Comente pelo Facebook ()
Ou Comente Aqui (0)

Seja o Primeiro a Comentar!

Caso precise de resposta em sigilo, favor utilizar a nossa página de contato :)